$

O Freneticidade foi Tageado!

Bom dia frenéticos do meu Brasil! Tudo bem com vocês? Por aqui tudo bacana! Janjão já está melhor, embora ainda apresente alguns sintomas da dengue, já conseguiu ir trabalhar hoje. Passei por aqui para postar a Tag que recebi do Blog Manequim G3, das queridas Milly e Nana! Elas são duas amigas que conheci através do falecido Fatkut, um Orkut que foi criado apenas para gordinhos e gordinhas!! São minhas companheiras na luta pelo fim do preconceito! Super indico o Blog! 


A Tag é uma sequencia de perguntas que as blogueiras fazem para as outras! Vamos às que recebi?

1- Qual a melhor coisa que aconteceu com você através do seu blog?

Através do Freneticidade conheci pessoas maravilhosas! Que fazem parte da minha vida virtual e presencial também!! Outra coisa que é mais sutil, mas que eu percebo muito bem é que falar sobre as questões do peso ajuda muitas pessoas a se aceitarem e terem a auto-estima de volta! Isso é maravilhoso! Costumo falar que através dos Blogs Plus Sizes nós conseguimos resgatar almas! É muito gratificante!


2- Qual a representação que ser blogueira tem em sua vida?

Além de Blogueira sou Jornalista! Então me enquadro na posição de formadora de opinião duas vezes! O Freneticidade é um Blog que tem 6 anos de vida! Passou por diversas fases e me trás a cada dia um aprendizado novo! Acredito que os blogs tem papel fundamental na vida em sociedade, ainda mais nesses novos tempos onde a internet têm sido fonte de informação constante. Prova disso é que as primeiras notícias sobre a queda das torres gêmeas em Nova York, nos Estados Unidos foi noticiada primeiramente por meio de Blogs, para somente depois sair na mídia como um todo. Os grandes acontecimentos contemporâneos têm sido noticiados e comentados através de Blogs! Me sinto muito feliz e privilegiada por ter alguns seguidores e dar tantas dicas à eles!! 


3- O que mais te deixa feliz?

A felicidade é algo tão simples! Meus cães me deixa muito feliz! Meu Janjão, minha família como um todo! Sair, passear, usufruir da liberdade de ir e vir é muito bom! Mudei de casa, isso me deixou muito feliz também! Para uma pessoa feliz e positiva, estar vivo é motivo de felicidade!! 

4- Qual a pior situação você já passou na vida e o que aprendeu com isso?

Eu já passei por algumas situações que me deixaram bastante tristes e me trouxeram bastante aprendizado. A morte dos meus avós me fez aprender que infelizmente todo mundo tem sua hora para partir, não tem jeito. Por mais que a gente não queira, nossos entes queridos vão ter que cumprir suas missões na terra e vão nos deixar. Outra situação muito ruim aconteceu quando eu tinha 17 anos de idade. Quase nunca comento sobre isso, mas é importante, evita que muitas pessoas passem por isso também. Na ânsia de me enquadrar dentro dos padrões impostos pela sociedade comecei um regime muito severo, emagreci 30 quilos, tive problemas na vesícula e uma pancreatite muito forte, quase morri!  Foi muito sério. E o pior: engordei tudo e mais um pouco. Então aí vai um conselho: não tentem nada radical para emagrecer, além de não funcionar, pode trazer riscos para sua saúde e muitas pessoas chegam a morrer, viu? Não é exagero. O problema é que a mídia só publica o que for de interesse. O tanto de gente que morre por causa disso ninguém fala.

5- Se você tivesse o poder de por alguma lei no mundo, qual seria e porque? 

Queria muito ter o poder de acabar com o preconceito. Muita gente sofre com isso diariamente. Já passou da hora de os gordos poderem transitar pela cidade normalmente sem ter que ouvir risinhos, sem ter dificuldade de encontrar roupas. Passou da hora de um casal homossexual poder se casar em qualquer cidade do mundo! Passou da hora de os deficientes físicos conseguirem andar por aí sem encontrar obstáculos. Os negros passam por humilhações diárias há séculos! Isso tem que acabar! E não é só uma questão de preconceito, mas também de legislação! Temos que ter leis menos flexíveis para esses casos. Enquanto tiver impunidade, crianças, jovens e adultos do mundo inteiro vão passar por situações diversas de preconceito diariamente.

4 comentários:

  1. Otimas respostas Rê...obg por aceitar nossa tag!
    Acredito nessa felicidade simples tbm!
    Bjo no ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada a você, Nana! Você sempre muito carinhosa comigo! Sabe que te amo demais, né?? Beijão!!!!

      Excluir
  2. Amei!! Abraços no Janjão e Melhoras!
    A tag é fofa e merecida!
    Leis mais rigorosas nos casos de discriminação de cor, opção sexual, raça ou credo é o caminho!
    Beijos Renata!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa Joaninha é demais, viu? Obrigada pelo desejo de melhoras para o Janjão! Ele tá quase 100%, mas dengue é uma coisa chata demais! Dói tudo! Coitado! E sempre defenderei essa questão de leis mais rigorosas, outra coisa que funciona é a educação! Tanto em casa, quanto nas escolas! Ensinar a criança a ser mais tolerante e respeitadora pode dar bastante resultado também! Beijos!

      Excluir