$

É o fim do começo ou o começo do fim?

Foto: O Caçador de Pipas/Divulgação

Tudo na vida tem início e fim. O dia tem 24 horas. Começa pela manhã e termina quando vamos dormir. Isso é natural. Mas existem outros tipos de situações que são mais difíceis de aceitar, não é mesmo? Pensem comigo: terminar namoro é algo fácil de fazer? Pelo menos para mim nunca foi. Não sei é porque a gente se acostuma com aquela pessoa do lado, se acomoda com aquela situação. Mas mesmo quando não existe mais amor é difícil pôr um ponto final em uma relação. Por que será?

E quando o que acaba é uma amizade? Se repararmos, desde a nossa infância iniciamos e terminamos ciclos de amizades. Isso acontece por diversos motivos. Mudamos de escola, de casa, de cidade. Nos desentendemos com nossos amigos. A faculdade termina, a gente se forma e cada um segue seu rumo. E tudo isso também é natural.

Outro dia vi o filme “O Caçador de Pipas”, cuja trama central gira em torno de dois amigos, Amir, um menino rico e Hassan, um rapazinho de coração bom, filho do empregado da casa de Amir (foto). A história se passa no Afeganistão nos anos 1970, uma época em que a sociedade era ainda mais dividida e preconceituosa. Amir se sentia pressionado e mesmo tendo muitas afinidades com Hassan, forjou para que ele fosse embora de sua casa e nunca mais procurou saber do amigo. No fim ele se arrependeu amargamente de suas atitudes. Quantas coisas os dois poderiam ter vivido juntos caso ele tivesse tido um pouco mais de coragem para assumir a amizade?

Uma amizade nasce de conversas, de afinidades, de muitas risadas. Não é nada legal quando o ciclo se fecha, independente do motivo. Quando olho para trás e vejo o tanto de gente que poderia estar do meu lado hoje penso se não teria sido diferente caso tivesse tomando atitudes diferentes. Caso tivesse me posicionado de maneira diferente. Bom, ultimamente tenho andado tão pensativa! Esse texto foi mais um dos meus desabafos! Beijos a todos! Obrigada pela presença no Freneticidade!

3 comentários:

  1. Tb me pego pensando sobre tantas pessoas que passaram pela minha vida e hoje não tenho contato... Algumas passaram e não me acrescentaram nada e que bom que saíram... Falsas amizades e namoros superficiais que sempre surgem pra nos ensinar algo sobre o ser humano e seus defeitos de caráter... Já outras passaram e deixaram lembranças tão boas, tão doces... Ah, como eu gostaria de ter ao meu lado essas pessoas (os amigos, claro; pq ex pra mim é ex e ponto final).
    Esse seu texto me fez pensar em procurar algumas delas... Nunca é tarde pra isso, né?!



    Bjoookas e ótima semana!
    Aguardo o look...hihihi... =D

    ResponderExcluir
  2. Tbm vi rimã...óteeema trama...e é isso td tem começo meio e fim..
    O FIM na maioria das vezes nós damos,por medo extamente de não poder assumir as coisas perante as "REGRAS" da sociedade...
    Quantas vezes nós mesmos ou conhecidos deixamos de namorar uma pessoa de outra raça,ou de trazer um amigo mais pobre ou mais rico entre outros pra nossa casa com medo ate da reação da familia...
    E se ter amigos é tão rico,é tão lindo prova que vc é uma pessoa boa que todos querem ter por perto e se sentir deixada pra tras por motivos tão banais é triste...

    otima semana rimããã!!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pelos comentários Nanda e Nana! Pode ter certeza de que nunca é tarde para se procurar os amigos, né?! Afinal, amizade verdadeira permanece no coração!! Ah, pode esperar pelo look! Tô atrás do cabo, Nanda!! Hauhauahuahauhauha! Qualquer coisa posto a noite!!

    ResponderExcluir