$

Caso Bruno

Foto: Google Imagens

Há cerca de duas semanas o caso do sumisso de Eliza Samudio, ex amante de Bruno, goleiro do Flamengo está na mídia sem resolução. Isso até ontem, quando um menor, primo de Bruno, foi apreendido e prestou depoimento no Rio de Janeiro. O conteúdo do depoimento não foi totalmente revelado na hora e o adolescente foi trazido para Belo Horizonte para contar mais alguns detalhes do que viu quando ajudou Macarrão, amigo do goleiro, a trazer Eliza para o sítio dele em Esmeraldas, da região metropolitana de Belo Horizonte. Hoje a tarde a polícia cercou uma casa em Vespasiano, também, a RMBH. Em depoimento, o menor disse que ele e um outro amigo de Bruno levaram a moça para esta casa, onde ela foi morta, esquartejada e entregue aos cachorros da raça Rotweiller que estavam no local. Agora me pergunto: por que é que um cara que ganha R$300 mil por mês precisou matar uma garota que foi sua amante e teve um filho seu? Ele ganha o suficiente para pagar diversas pensões, caso seja preciso. Na hora de fazer o filho ele não queria matá-la, não é mesmo? Não estou defendendo Eliza e o fato de ela ter engravidado do jogador. O negócio é que ninguém tem o direito de matar ninguém por nenhum motivo do mundo. Ainda mais com requintes de crueldade como foi. O que mais me indigna é o fato de que se o mentor do assassinato não fosse uma pessoal de relevância nacional, isso tudo não passaria de manchete do Super...

Um comentário:

  1. "...se o mentor do assassinato não fosse uma pessoal de relevância nacional, isso tudo não passaria de manchete do jornal..."
    Pois é Rê,deprimente...Simples assim!
    Qtas e qtas pessoas são brutalmente ESQUECIDAS...
    Esse cara ganhando tanto e descendo tão baixo...

    ResponderExcluir