$

Adotar é bacana!

Branco, cãozinho adotado pela minha família

Foto: Renata Cotta

LETÍCIA MURTA/JORNAL PAMPULHA

Um cachorro deitado em um canto da rua, maltratado e desnutrido. Uma cena comum nos grandes centros urbanos. Tão corriqueira que não chama a atenção da maioria das pessoas. Mas foi justamente deste cenário que surgiu o melhor amigo do repórter do programa "CQC" Danilo Gentili. Passando de carro com a mãe, o repórter viu o cachorro imóvel e se aproximou para socorrê-lo. O cão havia sido espancado e teve lesões que o deixaram paralítico. Hoje, recuperado, Dentinho usa uma cadeira de rodas adaptada para animais e alegra a vida da família Gentili. Dentinho ganhou um lar e os inúmeros animais abandonados, um defensor. "Tem um monte de animal precisando de alguém para cuidar, para que comprar? Eu acho que isso é muita frescura."
O humorista faz piada com quase tudo, mas leva muito a sério a causa animal. Danilo, que já adotou outros animais com necessidades especiais, tem posicionamento severo com relação à venda de bichos. "Para mim é baixaria vender animal. Quem vive disso então, considero um erro. Prender um animal em uma gaiola, tirá-lo da mãe e vender? Poxa, vai trabalhar!", afirma.

Conscientização

Gentili não está sozinho na luta. Rejeitados por muito tempo, os famosos vira-latas ganham espaço nos lares e corações. A causa se fortalece a cada dia e personalidades do mundo todo assumem sua simpatia pelos animais de rua. Além de optarem pela adoção no lugar da compra, artistas e celebridades vestem a camisa para conscientizar sobre a importância da causa.
A cantora Fernanda Takai, além de apaixonada por bichos, é uma protetora assumida de animais. Engajada na causa, Fernanda adotou duas cadelas, Branquinha e Tatá, da Organização Não Governamental Cão Viver e espera que o aumento da visibilidade dos abrigos e ONGs possa sensibilizar novos adotantes. "Minha sugestão é as pessoas visitarem um abrigo. Com certeza vão pensar mais antes de escolher um bicho de estimação. Além de ganhar um amigo pra toda a vida, nos tornamos um elemento multiplicador dessa ideia", afirma.
A vocalista da banda Pato Fu acredita que a consciência da importância da adoção está no conhecimento do sofrimento e privações a que os animais sem donos são submetidos. "No passado, ganhei bichinhos de presente e comprei também, mas, desde que adotei as cachorrinhas que tenho, me comprometi em não mais comprar qualquer animal. Há muitos deles precisando de uma casa e carinho. Quando a gente visita os abrigos, fica muito tocada com a necessidade que existe de mais gente adotar esses seres que geralmente são as melhores companhias que podíamos ter", disse.

ADOTE UM CÃO

Sociedade Protetora Mineira dos Animais

Possui mais de 800 animais à espera de um lar. Se você não pode adotar, ajude a SPMA doando a partir de R$ 10 em sua conta de luz. Rua Jaguariba, 76, Guarani Telefone (31) 3433-0900

ONG Cão Viver

Realiza uma feira de adoção todos os sábadosRua 1º de maio, 165, Braúnas Telefone: (31) 3397-8560

Encontre seu amiguinho online

- redeestimacao.blogspot.com

- caopartilhe.com

- sosbichos.com.br - petmg.com.br

- caoviver.com.br

Um comentário:

  1. Nossa acho muito importante o respeito e por animais mais pq não tem como se defender de certas agressões...e quem as faz não passa de covardes e psicopatas...não aturo mlas tratos seja lá com quem for !!

    Beijos ")
    http://meninacajuina.blogspot.com/
    http://deliciasdaclarisse.blogspot.com/
    http://descobertasdela.blogspot.com/

    ResponderExcluir